Larvas que devoram plásticos

0
 

Cientistas descobrem larva que degrada plástico. Larvas da traça-grande-da-cera comem e digerem sacos de polietileno em ritmo acelerado.

A bióloga evolutiva,  Federica Bertocchini,  que também é pesquisadora no Instituto de Biomedicina e Biotecnologia da cidade espanhola de Cantabria, conseguiu através de suas pesquisas, encontrar uma solução para os poluentes plásticos que ficam jogados mundo à fora. A equipe de pesquisadores liderada por Bertocchini, publicou os resultados de sua pesquisa nesta terça-feira (24/04) na revista especializada Current Biology. A pesquisadora acredita que as traças-grandes-da-cera possuem uma enzima que quebra ligações químicas presentes tanto na cera de abelha quanto no plástico. “A cera é um polímero, quase um ‘plástico natural’, e possui uma estrutura que se assemelha a do polietileno”, explicou a pesquisadora. As ligações químicas semelhantes da cera e do polietileno foram demonstradas por outro experimento: os pesquisadores esmagaram algumas das larvas da traça-grande-da-cera e colocaram a massa resultante diretamente sobre o saco plástico. Também aí surgiram buracos na sacola. Agora, os cientistas trabalham para identificar essa enzima. Se ela puder ser reproduzida em escala industrial, poderá ser usada para o descarte ecológico de sacos plásticos ou para degradá-los em aterros existentes por meio da aplicação direta da enzima.

Fonte: Terra Notícias

Share.

About Author

Deixe uma resposta